Estruturas vieram de Tocantins e estão sendo distribuídas nas localidades dos 11 novos espaços de atendimento da população. Águas Claras, Gama e Guará foram as primeiras cidades a receber os materiais

 

A montagem das novas tendas de acolhimento dos pacientes com dengue teve início neste domingo (31).

O caminhão com as primeiras estruturas chegou no Distrito Federal vindo de Tocantins (TO) no começo da tarde. As cidades de Águas Claras, Gama e Guará foram as primeiras a receber os materiais que serão usados para a implantação das unidades de atendimento, com as estruturas sendo descarregadas nos estacionamentos da Unidade Básica de Saúde (UBS) 1 do Areal, UBS 1 do Guará e do Hospital Regional do Gama (HRC).

 

Por se tratar de uma das tendas com funcionamento 24 horas, a unidade do Gama foi a primeira a ter o esqueleto da tenda armado e firmado, um serviço com duração de aproximadamente três horas.

 

A unidade passará pelas demais etapas nos próximos dias: disposição do piso elevado, implantação das divisórias para os consultórios, instalação de mobiliário e equipamentos (como os ares-condicionados para a climatização do ambiente) e aterramento.

Nesta segunda-feira (1º/4), a montagem começa no Guará e segue para as áreas de Planaltina e Paranoá. No mesmo dia, mais dois caminhões chegarão a Brasilia com as estruturas das demais tendas. Plano Piloto, Varjão, Vicente Pires, Taguatinga, Ceilândia e Samambaia são as outras regiões administrativas que serão beneficiadas com as novas tendas de acolhimento.

“A nossa equipe da Saúde está acompanhando toda a montagem da estrutura, porque o governo quer que as tendas estejam disponíveis para a população o mais rápido possível”, afirma o subsecretário de Infraestrutura na Saúde da SES-DF, Leonídio Neto.

Estrutura complexa